Site_Turismo_2000x600 versao 2

4 DICAS PARA REDESCOBRIR A SUA CIDADE

Quando pensamos em fazer férias ou escapadinhas, pensamos em ir para fora. Queremos conhecer locais que, por norma, seriam mais difíceis de visitar. 
 
Saímos da nossa cidade para apanhar a aventura longe, mas, quantas aventuras não o aguardam no sítio que sempre julgou conhecer? Se pensar, quanto da sua cidade conhece? Já foi a todos os museus? Já andou pelas ruas? Sabe as lendas associadas aos recantos mais peculiares? 
 
Há sempre muito para descobrir e queremos que se deixe encantar pela cidade que é um mistério! Siga as nossas 4 dicas para ser turista na própria cidade.
 
 
1. Pesquise e crie um roteiro
 
Pesquisar é essencial para descobrir pontos mais e menos turísticos, museus, igrejas, locais de arte, restaurantes, miradouros, jardins, casas históricas, cafés típicos, lojas centenárias. É o primeiro passo para saber as ofertas que existem. Visite o site ou o posto de Turismo local, leia os jornais locais, acompanhe revistas, sites ou blogs de Lifestyle, turismo e lazer locais, leia ainda sobre a história da cidade para poder descobrir novos pontos de interesse. 
 
Os amigos podem também ser ótima fonte de informação. Pergunte-lhes quais os seus restaurantes favoritos para uma refeição típica? Ou o melhor café para petiscos locais? Onde costumam levar os seus amigos que vêm de fora? Qual a última coisa cultural que fizeram na cidade e os deixou apaixonados?  
 
Pegue um mapa, um bloco de notas e uma caneta. Organize toda a informação e faça o seu roteiro para um ou dois dias. 
 
Pegue na câmara fotográfica. Sinta a energia de partir à procura do desconhecido e fique entusiasmado por ver tudo como se fosse a primeira vez.
 
 
2. Procure prazer nas mais pequenas coisas e olhe para tudo com olhos de criança
 
Caminhe pelas ruas e seja curioso: olhe para os edifícios e explore as fachadas, espreite para dentro de lojas mais pequenas e centenárias, fique a observar os artesãos no seu oficio, olhe para o chão e encontre marcos históricos, veja como a luz reflete alguns pormenores de arte espalhadas pela cidade, oiça a música que sai das casas dos bairros mais típicos, veja a roupa estendida à janela, vá por caminhos menos óbvios, observe a arte urbana, sente-se num banco junto à Ribeira a contemplar o por do sol, veja os mais velhos a jogarem à malha, tome o pequeno-almoço num rooftop e termine o dia com um vinho de copo numa das tascas mais emblemáticas.
 
Há tanta beleza que sempre esteve lá, mas você nunca viu.  
 
 
3. Ser local
 
Pode achar que é da terra mas vai ver como não viveu todas as experiências de um local. Já bebeu um café no café mais antigo enquanto ouve as histórias de quem conhece a cidade há mais de 50 anos? Já provou a especialidade do restaurante que serve aquela comida portuguesa de tacho que já não se encontra em lado nenhum? Já teve a experiência de descobrir fazer um pic-nic no Parque da Cidade?
 
Procure ter experiências genuínas.
 

4. Procure parceiros de aventuras
 
Dentro e fora da cidade há muito para descobrir. Ter o parceiro certo permite que tenha um conhecimento diferente do lugar que está a explorar. Certamente que existem guias turísticos que possam fazer roteiros históricos. Se gostar de arte urbana vai encontrar guias alternativos que lhe podem mostrar e contar a cultura neste lugar. Se for apaixonado por natureza porque não apostar em guias que o levem a descobrir as redondezas através de desportos de aventura, uma tarde nas caves do vinho do Porto para conhecer toda a história desta especialidade?
 
 
 
A Equipa Parque Nascente